23/04/2020

Voluntários COLife dão apoio em hospitais

Cientistas que recorrem à biologia molecular para responder a perguntas tão diversas como de que forma as células se dividem, como se formam os órgãos e os organismos, como o sistema imunológico ou o sistema nervoso funcionam, ou ainda como as espécies evoluem, representam um recurso humano altamente qualificado, com a capacidade de usar um conjunto de técnicas cruciais ao diagnóstico do SARS-CoV-2.

Investigadores com este perfil, e disponibilidade, têm vindo a integrar equipas de laboratórios de diagnóstico que realizam testes SARS-CoV-2 em vários hospitais. Antes de integrar estas equipas, os investigadores são treinados de forma a adaptarem-se aos fluxos de trabalho e equipamentos destes laboratórios, reforçando a capacidade de diagnóstico SARS-CoV-2 num momento de crescente necessidade.

Adicionalmente, alunos do 6º ano do Mestrado em Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da NOVA, após a suspensão das atividades de ensino presenciais, colaboraram com os Hospitais CUF Sintra e Garcia de Orta. Estes estudantes prestaram apoio administrativo voluntário às equipas médicas dedicadas a reportar casos de COVID-19 no Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE).

 

IGC CEDOC

 

Outros Esforços Colaborativos